Luzilândia, 01 de Setembro de 2014 Página Inicial | Anuncie | Fale Conosco | Notícias
Publicada Segunda-feira, 28/12/2009

NA TV: Jornalista comentou suicidio de preso e disse que precisa ser investigado.

Disse também que já foi atendido por detento na porta da Delegacia de Luzilândia.

A imprensa de Teresina repercutiu por volta de 13:30h de hoje (28.12), a morte de Natanael Lopes Bezerra, vulgo “Natan”, de 33 anos de idade, na Delegacia de Polícia de Luzilândia, preso ontem, acusado de pedofilia e depois encontrado morto, enforcado no banheiro da cela.

O fato causou estranheza ao jornalista da TV Antena 10, que disse não entender como um preso consegue portar uma fita de seda para a cela e com ela ter se enforcado nas grades do banheiro da mesma cela onde havia mais alguém.

O repórter cobrou no ar, ação da Secretaria de Segurança Pública, no sentido de apurar com rigor o fato, para saber como realmente tudo aconteceu e disse que há algum tempo atrás, esteve na Delegacia de Policia de Luzilândia procurando falar com o Delegado, e lá encontrou uma pessoa sentada em uma cadeira a porta da delegacia, a quem logo se dirigiu indagando pelo Delegado, e a tal pessoa lhe falou que não se encontrava. Perguntou então quem estaria lá que pudesse atendê-lo, e o ouviu o mesmo, que lá não tinha ninguém. Aquele jornalista disse que insistiu perguntando: “- E você é o que aqui? “ E obteve a resposta de que era um presidiário e estava ali cumprindo pena...

Um prisioneiro, sentado numa cadeira, na porta da delegacia é no mínimo estranho. É como se o própro preso cuidasse da delegacia. Mas o jornalista não falou a data que isto aconteceu.

Não conseguimos gravar toda a reportagem, mas veja trecho final do vídeo onde ele diz ter presenciado um detento sentado, sozinho, na porta da delegacia de Luzilândia, fora da cela, claro.

CLIQUE AQUI E VEJA O VIDEO. 

 

Comente
Nome: Email: 
Titulo:  Só são permitidos 350 caracteres no comentário.
Comentario: 
Publicado por João Aureliano aurelianofilho@bol.com.br
Reportagem prejudicada
Estou em Brasília, e é uma pena não estar na cidade para saber ao certo o que acontece, pois se depender da reportagem dos sites, fico prejudicado na informação. Reparem que o maior parágrafo não fala do título da notícia principal. A ênfase foi deslocada para outro assunto, é um absurdo...
Ip: 187.53.12.38

Redação: Emerson Meneses Pires de Moura - emmepimoura@gmail.com - (86) 9433-5984