R

Hábitos não saudáveis que podem prejudicar a sua saúde bucal

Cuidar de sua saúde bucal envolve uma série de questões que devem ser avaliadas, como por exemplo hábitos que podem parecer inofensivos, mas que na verdade podem levar ao desenvolvimento de patologias, como as cáries por exemplo. 

Vale lembrar que existem alguns hábitos que fazem mal à saúde bucal e são mais evidentes, como por exemplo, o de fumar ou ingerir bebidas alcoólicas. 

Existem outros também como escovar os dentes e não usar fio dental e até mesmo a escovação feita de forma incorreta ou com a frequência adequada, que seria após todas as refeições.

Entretanto, existem alguns outros hábitos que podem favorecer o desenvolvimentos de doenças bucais, como por exemplo o vício em doces, uma vez que ele é um alimento que multiplica as chances do desenvolvimento de cáries e gengivite, por exemplo. 

Vale lembrar que, para além da estética, através de tratamentos como prótese dentária

e clareamentos, ter uma saúde bucal também significa ter uma boa qualidade de vida, uma vez que os dentes desenvolvem um papel fundamental em nossa alimentação. 

Desse modo, pensando nisso, confira a seguir tudo o que você precisa saber sobre hábitos não saudáveis que podem prejudicar sua saúde bucal, que podem causar algumas consequências, como a extração ou queda dos dentes, fazendo com que o paciente precise de um implante dentário.

Como adquirir hábitos de saúde bucal saudáveis?

Existem alguns hábitos que são verdadeiros vilões para a saúde bucal, como por exemplo, o uso de cigarros, a ingestão de bebidas alcoólicas e até mesmo o vício em doces. 

Dessa forma, veja a seguir alguns hábitos saudáveis que podem ajudar a prevenir doenças bucais. 

  1. Reduza o consumo de açúcar

O açúcar é um verdadeiro vilão da saúde bucal, principalmente para pacientes que utilizam ortodontia invisível, uma vez que esse componente aumenta a probabilidade do desenvolvimento das mais variadas doenças na boca. 

Portanto, se você almeja evitar problemas bucais, reduza a quantidade de carboidratos em sua alimentação diária. 

Dessa forma, é necessário tentar deixar as guloseimas para o final de semana, e sempre lembrando de escovar os dentes na sequência.

Em contrapartida, troque os doces por frutas, verduras e legumes, que vão dar aquela força na limpeza dos dentes. 

Alguns alimentos ricos em cálcio, como leite, queijo e iogurte também são ótimos para o fortalecimento dos dentes.

  1. Faça a higienização bucal completa

A higienização é algo central quando o assunto é saúde bucal. Isso porque, é possível evitar cerca de 90% de todas as patologias bucais ao praticar uma boa higienização da boca. 

Ou seja, além da escovação dos dentes, é necessário o uso do fio dental para limpar as gengivas, além de escovar a língua, por exemplo.

Esses hábitos são capazes de evitar a maior parte das doenças, principalmente daquelas que causam a queda dos dentes e fazem com que o paciente precise buscar por faceta em resina, além de garantir dentes mais brancos e estéticos. 

  1. Visitas periódicas ao dentista

Por último, mas não menos importante, é preciso fazer visitas regulares ao dentista, basicamente, a cada 6 meses, tendo ou não algum tipo de sintoma. 

Isso porque, as consultas de avaliações periódicas servem como um dos mais importantes pontos de prevenção, uma vez que, é possível detectar qualquer infecção ainda no começo e assim, obter mais sucesso em sua cura. 

Por que é importante cuidar da saúde bucal?

Apesar de nem todas as pessoas levarem a saúde bucal a sério e às vezes acabarem considerando apenas a parte estética da coisa, ela é fundamental para uma boa qualidade de vida. 

Isso porque, devido a doenças como por exemplo a gengivite, cáries, tártaros e placas bacterianas, é possível sofrer com dores de dentes e de cabeça, além de sangramento na gengiva, falta de apetite e dificuldade para deglutir. 

Vale lembrar que, a alimentação é uma parte fundamental para que possamos ter uma boa qualidade de vida. Uma vez que os dentes são prejudicados, essa habilidade também pode ser comprometida.

Justamente por isso que foram inventadas resoluções como a faceta dental, para pacientes que já chegaram a perder os dentes. 

Desse modo, é possível concluir que cuidar da saúde bucal é também:

  • Cuidar da saúde mental devido a questões de autoestima;
  • Ter uma melhor qualidade de vida;
  • Evitar sofrer com dores que causadas por doenças bucais;
  • Manter um belo sorriso, o que ajuda na autoconfiança.

No geral, a melhor forma de cuidar da saúde bucal é realizando uma escovação de forma correta com o uso do fio dental e enxaguante, além de sempre frequentar consultas periódicas com um profissional. 

Conteúdo originalmente desenvolvido pela equipe do blog Qualivida Online, site no qual é possível encontrar diversas informações e conteúdos sobre os cuidados com a saúde física e mental.

SERVIÇO PÚBLICO E ELEIÇÕES
Auxílio Brasil tem inclusão recorde de famílias em agosto e número de pessoas atendidas chega a 20,2 milhões em todo país
Pensão alimentícia: passado o pior da pandemia, segue o drama
Seduc abre inscrições para curso de operador de caixa nos municípios de Barras, Batalha, Esperantina, Luzilândia e Joaquim Pires.

Desenvolvido por: Nichollas Castro (61)98440-4851