Home » Destaque » Denúncia revela conta secreta de Lula no Banco do Vaticano
Publicado em: 13 de fevereiro de 2020 - Ás: 12:14 - Categorias: Destaque> Mundo.

Denúncia revela conta secreta de Lula no Banco do Vaticano

cp va

O polêmico diácono argentino Jorge Sonnante, que denuncia há algum tempo que presidentes e ex-presidentes da América Latina mantêm contas bancárias secretas no Instituto de Obras de Religião (IOR), também conhecido como “Banco do Vaticano”, concedeu uma entrevista ao importante jornalista colombiano Herbin Hoyos, transmitido no espaço jornalístico “Agarrate” que a jornalista venezuelana Patricia Poleo costuma realizar, no canal “Power Factors” da cidade de Miami.

Na entrevista, o diácono Jorge Sonnante mostra alguns documentos que ele diz serem verdadeiros, tentando revelar um esquema bancário internacional que permitia que os principais chefes do comunismo latino-americano escondessem dinheiro nas contas bancárias do Vaticano com absoluto conhecimento do Papa Francisco, Eu digo.

Para a primeira pergunta da entrevista feita pelo jornalista, por que ele fez essas queixas? O diácono respondeu que deveria apelar para um dos pilares professados ​​pela igreja – a busca da verdade, e como a Santa Sé estava envolvida na investigação de escândalos de corrupção de menores e corrupção financeira, é preciso sempre encontrar a verdade.

O entrevistado que afirma ter sido oficialmente ordenado diácono em 2015, diz que na época ele apresentou ao Papa Francisco relatos de corrupção financeira e, além de casos de abuso infantil por alguns padres, foi então que ele viu que eles foram ignorados pelo pontífice, até que o próprio Papa lhe disse pessoalmente que ele deveria se ajustar às suas diretrizes, caso contrário ele se demitiria melhor. Pouco tempo depois, o diácono diz que “ele foi forçado a renunciar”. Então, o cardeal colombiano Hoyos telefona para ele e oferece a ordem de diácono permanente.

Durante a entrevista, ele disse que por alguns anos ele foi contratado pelo Vaticano para realizar trabalhos de pesquisa e inteligência dentro da igreja, especificamente em casos de suspeita de corrupção e lavagem de dinheiro, além de casos de pedofilia, que motivou a expulsão de alguns padres e algumas mudanças internas no Banco do Vaticano, decisões tomadas pelos pontífices daqueles momentos.

Para entrar no contexto da entrevista, Deacon Sonnante revela que ex-presidentes e outras personalidades políticas como Rafael Correa, Juan Manuel Santos, Cristina Kirchner, Evo Morales, entre outros, têm contas nessa instituição financeira, uma vez que possui do privilégio de não poder ser auditado por qualquer conselho externo, inclusive ou pelo próprio Banco Central da Itália, que permite uma garantia absoluta de sigilo bancário a seus clientes, colocando essa instituição como “em um planeta separado” na órbita financeira em todo o mundo

Vimos que na lista de saldos datada de 16 de janeiro de 2019 mostrada na entrevista, estes são alguns dos nomes que aparecem:

  • Michelle Bachelet, conta no 001-3-17958C saldo: 206.000.000
  • Hillary Clinton, conta # 001-3-14774C Saldo: 386.000.000.000
  • Evo Morales Aymar, conta nº 051-3-02370 Saldo 325.000.000
  • Lula da Silva, conta # 001-3-24953C saldo 249.000.000
  • Rafael Correa, conta # 001-3-45778 Saldo 193.000.000
  • Conta Enrique Peña Nieto # 001-3-14778 Saldo 175.000.000
  • Conta Juan Manuel Santos # 001-3-16754 Saldo 395.000.000
  • Conta Diosdado Cabello # 001-3-17007 Saldo 50.000.000

Também conseguimos ver os nomes de Nicolás Maduro, Maria Gabriela Chavez, Cristina Fernández de Kirchner, Dilma Rousseff, Samark López Bello e George Soros, entre outros. Infelizmente, não conseguimos ver os números e os valores da conta associados a esta última.

O entrevistador fez uma ênfase especial ao se referir aos casos do ex-presidente equatoriano Rafael Correa e do ex-presidente colombiano Juan Manuel Santos.

Quanto a Rafael Correa, ele denunciou que uma empresa chamada Pasca LTD foi quem efetuou a transferência no valor de 193 milhões de euros e que a igreja comprou propriedades na Espanha, Itália e Bélgica, a fim de legitimar os fundos existentes. Conta de Correa. Ele também mencionou que possui evidências de endereços de onde as propriedades estão localizadas, nomes de capatazes envolvidos e um acompanhamento completo de todos os movimentos financeiros do roteiro da conta. Também está ciente de que possui outras contas em outras instituições financeiras localizadas em paraísos fiscais, sempre vinculadas a ela.

De acordo com Sonnate, Correa abriu a conta em 20 de abril de 2013, no Núncio Apostólico da Cidade do Panamá, com um depósito inicial em dinheiro de US $ 679.000, para o qual ele mostrou uma cópia do recibo onde afirma ter a assinatura autêntica do próprio Correa, com a absoluta reserva e cumplicidade quase impunes da instituição religiosa em questão.

Lembre-se de que as Nunciaturas Apostólicas são representantes diretos do Vaticano, com a categoria e os privilégios da Embaixada credenciados pela Santa Sé e gozam de plena imunidade judicial e diplomática.

Sonnante confirma que todas essas informações e evidências estão totalmente disponíveis para as autoridades do governo equatoriano para dar o devido acompanhamento judicial.

Entre um dos comentários importantes feitos pelo entrevistado, ele apontou que um cliente do banco ION (Exemplo Correa), quando precisa de seus recursos, precisa apenas abordar a nunciatura do país em que está localizado, ou também indicar um testaferro, o que pode triangular esse dinheiro para que mais tarde chegue ao titular da conta.

O motorista da entrevista, depois de entender como o “modelo e mecanismo” funciona, de acordo com o diácono Sonnante, do ION ou Banco do Vaticano, perguntou: Se Correa queria financiar um boicote contra o governo de Moreno no Equador (já foi comentado para o atual presidente equatoriano, que Correa estaria por trás dos atos de violência e desestabilização ocorridos há alguns dias no Equador), poderia-se pensar que esse dinheiro sairia da mesma Nunciatura e depois que o deduzissem da conta de Correa?

A resposta foi: Claro, para financiar todos os tipos de atividades, legais e não legais.

Em seguida, o motorista continua a perguntar: E se esse é o modelo, também serviria para Maduro financiar os protestos e mobilizações e a destruição que estão causando em toda a América Latina através das nunciaturas?

– Certo, é assim.

Isso faria parte da brisa bolivariana que Diosdado Cabello disse recentemente, que a janela viria?

– Sim, é por isso que venho denunciando desde 2018 uma estratégia geopolítica do socialismo endossada pelo fórum de São Paulo e (pelo Papa) Francisco e outros membros, para fazer tudo o que está acontecendo agora. O que eles não me deram, eles não queriam levar em conta o que eu estava denunciando em 2018, por que eles eram esse dinheiro e tantas outras coisas, além do que está acontecendo agora no Chile, o que aconteceu no Equador, o que aconteceu na Colômbia e o que continuará acontecendo em outros países, assim como na Argentina também pode acontecer.

Vamos falar sobre outros governos, o que você tem sobre Evo Morales?

– Bem, recentemente, com a jornalista Roxana do programa “Now with Roxana”, apresentamos a documentação de Evo Morales que tinha uma conta bancária aberta e, por sua vez, o vice-presidente da Bolívia e que ele era sua esposa ou amante que agora está preso também tinha uma conta dentro do IOR. Bem, e Evo Morales é um grande amigo, agora você pode dizer do (Papa) Francisco por toda essa proteção que ele oferece. Quero que as pessoas entendam que, com todos os conflitos na América Latina, (o Papa) Francisco faz ouvidos surdos, cega a si mesmo, cobre os olhos para evitar ver.

Isso faria parte da proteção , não diga nada?

– E isso, não diga nada.

– Todas as atrocidades que ocorreram na Venezuela, da corrupção que se sabe existir na Venezuela, Diosdado Cabello também têm uma conta no IOR.

Filhas de Chávez, você sabe alguma coisa?

-María Gabriela Chávez tem uma conta no Lyon.

O Castro?

– O Castro, há muito que conhece o IOR, desde os anos 80 quase no início dos anos 90, sim, mas o que acontece, o que eu digo é que ele tem ouvidos surdos e não vê as situações porque faz parte da proteção que dá , agora no Chile está incendiando e o papa não disse nada.

Por exemplo, o tema do Chile, o Bachelet, ela tem uma conta lá?

– Bachelet tem uma conta que também foi denunciada no ano passado e foi colocada pelo (o Papa) Francisco na ONU na parte de Direitos Humanos.

O Papa Francisco influenciou Michelle Bachelet a ir para os direitos humanos da ONU?

– Certo, é assim.

Como você pode provar isso?

– Há um memorando, há um e-mail que foi enviado entre eles no código, que dizia isso.

E você tem uma cópia disso?

– Se eu tiver uma cópia desse documento.

Tivemos diálogos do governo de Juan Manuel Santos, com as FARC, onde o Papa Francisco literalmente foi “abençoar o processo de paz”. O que você sabe sobre isso e o que se sabe sobre Juan Manuel Santos?

– Juan Manuel Santos, na sua opinião, por toda a documentação que tenho da relação com o (Francisco) Francisco, também que era como um teatro e que eu teria que devolver o Prêmio Nobel da Paz, porque agora o ressurgimento do FARC novamente e financiado por todas essas pessoas.

Digamos que essa seja sua opinião, mas conte-me sobre evidências, o que você tem?

– E há documentação que tem o comitê de comunicação de Juan Manuel Santos e também pessoas próximas a Juan Manuel Santos, para a cúpula do (o Papa) Francisco.

O que dizem essas informações?

– Que eu precisava de proteção, que precisava liberar financiamento para poder financiar diferentes “questões”.

Em outras palavras, Juan Manuel Santos também trouxe prata ao Vaticano?

– Sim, além disso, o jornalista Gustavo Rúgeles publicou no ano passado documentação, de que fomos muito atacados, mas a verdade é que, quando eu dou informações tão sérias sobre acusações, a esses presidentes, nenhum presidente fala, nenhum presidente diz nada .

Quanto a Juan Manuel Santos, ele confirmou que possui depósitos no valor de 395 milhões de euros, e que a Global Tuition & Education Insurance Corporation Inc., foi quem enviou esse dinheiro para sua conta e que ele adquiriu recentemente uma propriedade na Inglaterra avaliada em 15 milhões de libras esterlinas e sugeriu que seria bom investigar a legitimidade e a origem do dinheiro que ele usou nessa aquisição.

E quase no final da entrevista, ele também mostrou que é possível que as FARC tenham contas com outros nomes ou com homens de frente na instituição financeira da Santa Sé.

Reiterando que a razão que o leva a essas investigações é apenas para erradicar essa contaminação da igreja, o produto da corrupção, culpa diretamente o Papa Francisco e, portanto, pede sua renúncia.

Fonte: https://spotnetnoticias.com/la-corrupcion-entre-el-vaticano-y-el-socialismo-del-siglo-xxi-las-cuentas-benditas/

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta