Home » Destaque » ADMINISTRAÇÃO CAÇAMBEIRO “HUMILHA” ASSESSORES COMO CARGA VIVA NO SOL QUENTE DE 40 GRAUS DE TERESINA
Publicado em: 5 de setembro de 2017 - Ás: 15:42 - Categorias: Destaque> Luzilandia.

ADMINISTRAÇÃO CAÇAMBEIRO “HUMILHA” ASSESSORES COMO CARGA VIVA NO SOL QUENTE DE 40 GRAUS DE TERESINA

cp n sol quente

Uma cena viralizou na internet e nas redes sociais na manhã desta terça-feira, dia 5, onde mostra que assessores da Prefeitura de Luzilândia são transportados, segundo o denunciante, “feito gado”, “carga viva” na carroceria de uma caminhonete que estaria a serviço do município. A imagem grotesca e atentatória à segurança e a vida das pessoas teria se passado em Teresina, capital do Estado.

Não é nenhuma novidade, mas transportar pessoas na parte de carga de um veículo é uma infração muito perigosa e de muita irresponsabilidade, afinal no caso de um acidente, normalmente não há sobreviventes. “Infelizmente é assim que administração do prefeito Caçambeiro trata seu povo, seus servidores, humilhando com total desprezo, inclusive pela vida. Quanto mais eles “babam’ mais são tratados como carga, como boi, como peão”, diz o denunciante que prefere não se identificar.

A suposta humilhação ganha ainda mais peso e repúdio da população pelo fato que, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro esta é uma infração gravíssima. O condutor que for pego transportando passageiros desta forma, além de perder sete pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH), pode pagar uma multa de R$ 191,51. Mas o maior risco é a vida da pessoas, algo que deveria ser importante.

Outro fato que atenta com a integridade das pessoas é o fato de estarem sendo submetidos a um sol escaldante, típico de uma das cidades mais quentes do Brasil, Teresina. O calor e a exposição a fortes temperaturas podem ocasionar inclusive a morte.

A condução de pessoas, feito animais ou cargas é proibida nas partes externas dos veículos, como a caçamba de uma caminhonete, por exemplo, como carga viva. O artigo 235 aplica-se no caso da caçamba da caminhonete, onde se proíbe o transporte de passageiros, que configura infração de trânsito específica, do artigo 230, inciso II do CTB.

A PML e os próprios assessores não costumam querer se manifestar sobre esses atentados, mas o prefeito pode responder por promover condição de trabalho análoga a de escravos. O caso deve ir ao Ministério Público do Trabalho na capital para apuração.

no sol quente

no sol2

Fonte: Portal Luzilandia. Net http://www.luzilandiapiaui.com.br/index.php/category/item/2273-cacambeiro-humilha-assessores-como-carga-viva-no-sol-quente-de-40-graus-de-teresina

 

 




Notícias Relacionadas

Uma resposta para “ADMINISTRAÇÃO CAÇAMBEIRO “HUMILHA” ASSESSORES COMO CARGA VIVA NO SOL QUENTE DE 40 GRAUS DE TERESINA”

Deixe uma resposta