Home » Destaque » Reforma do prédio da prefeitura de Luzilândia gera polêmica
Publicado em: 1 de junho de 2017 - Ás: 21:11 - Categorias: Destaque> Luzilandia.

Reforma do prédio da prefeitura de Luzilândia gera polêmica

Cp prefeitura

Por Sousa Neto

 

De tempos em tempos aparecem gestores em Luzilândia meio sem noção, e sem respeito algum pela nossa história e tradição.

Nas redes sociais o debate é intenso entre os luzilandenses que defende a conservação dos nossos prédios históricos e a memória da cidade contra os que não estão nem ai (pseudo luzilandenses).

Iniciado as obras de reforma do prédio da prefeitura, obra de R$ 144.650,30 com recursos do FPM, inicio da obra 12-04-2017 e término da obra 10-07-2017 do atual gestor Prefeito Ronaldo Gomes foi à gota d’água para desencadear uma onda de insatisfações em toda cidade.

Sendo que, o atual gestor além de não ser filho daqui, com esta reforma estar afrontando os verdadeiros luzilandenses, muitos eleitores dele.

No fim da década de 80 e inicio de 90 o prefeito da época sem nenhuma sensibilidade aos apelos dos luzilandenses, derrubou o prédio da Intendência, onde funcionou em décadas anteriores a prefeitura, correios, delegacia entre outros órgãos de governo da época. Nos anos seguintes outros gestores foram alterando praças, coretos e mais recente alteraram parte da praça Santa Luzia para da lugar a um espaço de academia ao ar livre.

Luz pref
Prefeitura de Luzilândia, final da década de 90 (foto: Sousa Neto)
prefeitura
Reforma em 2005 (Foto: Sousa Neto)

Quanto ao prédio da prefeitura no centro da cidade, a primeira reforma estrutural conservando seu desenho original foi em 2005 na gestão de Janaína Marques. Foi substituída a porta principal antiga de rolagem por uma moderna feita sobe medida para dar um aspecto atual sem agredir o conjunto da obra.

Já o desenho da nova reforma do prédio da prefeitura ao que parece vai muito além e promete uma mudança radical. Quem é o profissional que assina esta obra, não sabemos.

lk2
O ex-vereador e advogado Domingos Marques disse que nesta reforma ocorre três crimes:

  1. Não está previsto na Lei Orçamentária
  2. Não fez Licitação
  3. Agressão ao Patrimônio Histórico

 

Uma sugestão seria construir um centro administrativo em outra área da cidade, preservando o prédio construído na década de 50 do século 20 que poderia ser usado como museu, já que existe um projeto atual para criar o Museu de Luzilândia.

ATUALIZAÇÃO 12-06-2017 as 10:27

Faltando 27 dias para conclusão da reforma do prédio histórico da prefeitura de Luzilândia, um verdadeiro atentado a memória da cidade, as imagens da destruição de um pedaço da história são estas. (fotos)

pref1

pref3

pref4

pref2

 

 

Notícias Relacionadas

8 respostas para “Reforma do prédio da prefeitura de Luzilândia gera polêmica”

  1. Se este prédio estiver prestes a cair, tudo bem. Mais senão o prefeito na minha opinião não pode fazer uma mudança desse termo. Tem que preservarr o patrimônio histórico da nossa cidade.

  2. O prédio não esta caindo, esta intacto. É apenas um atentado a memoria e patrimônio histórico da cidade, obra de uma gestão alienígena sem respeito algum por Luzilândia.

  3. Como cidadão luzilandense não poderia de deixar de me manifestar a respeito desse assuntos que interessa a todos que residem, nasceram e visitam Luzilândia. Mudar as características do prédio que foi construído há décadas, isso é um absurdo, quantas pessoas quando crianças ali brincaram e jovens que namoram na calçada da prefeitura, aquele prédio é uma referência para muitas pessoas. Estão brincando com a memória dos luzilandenses e gestores como João José Filho, José Martins Filho, Mariano Sales, Joca Marques Raimundo Marques, Durvalino e outros. Eu diria que o prédio da Prefeitura Municipal de Luzilândia seria um dos mais bonitos do Estado do Piauí, ele é um patrimônio público, e como público pertence ao povo, é um patrimônio histórico e deve ser preservado para futuras gerações.

    • Pois é uma tristeza isso, mais esperar o que de um prefeito que nem luzilandense é? Como poderia dar valor e respeitar a historia da cidade que não é dele? Como poderia respeitar a memória do nosso povo, como poderia ter sensibilidade pra isso, é uma lástima!E mais vergonhoso são as pessoas daqui formadores de opinião que apoia esta insanidade e não ver nada de mais aí é o cúmulo da ignorância e da decadência dessa geração de pseudo-luzilandenses.

  4. O prefeito tá certo. tem que modificar mesmo. Chega de mesmice. tem coisas mais importantes com que devemos nos preocupar em vez de atrapalhar a gestão que na minha opinião está indo bem.

    • Aqui é democrático e as opiniões são respeitadas, opinião é opinião. Só algumas observações: o patrão é o povo, não é o prefeito, seria adequado consultar o patrão (povo) se o povo aprova esta reforma. Em uma gestão em sintonia com o povo é assim que funciona. E você falou bem tem coisas mais importantes para tratar no município, por isso é um desperdício de recurso uma obra dessas. Concluindo, como se pode atrapalhar a gestão de quem tem a caneta? E a prova taí faz o que quer.

Deixe uma resposta