Home » Destaque » Na câmara federal, deputado arrola obras anunciadas e não realizadas por W. Dias em 2015
Publicado em: 5 de março de 2016 - Ás: 15:12 - Categorias: Destaque> Política.

Na câmara federal, deputado arrola obras anunciadas e não realizadas por W. Dias em 2015

Hera x Well

O deputado federal Heráclito Fortes (PSB-PI) nos dias 02 e 03 de março de 2016, No plenário da câmara dos deputados, fez uso da tribuna pra discursos que ele chamou de prestação de contas ao contrário, das promessas feitas pelo governador do Piauí, Wellington Dias. Disse que fazia um protestos, um desabafo, e que o povo do Estado não suporta mais “essa coisa de promessa em cima de promessa e nada de realização e nada de realidade”.

Falou que no ano de 2015 que o governador anunciou construção de aeroportos, 08 pontes sobre o Rio Parnaíba, 135 mil vagas no PRONATEC no Piauí, recursos para investimentos no Metrô de Teresina; que o ministro Joaquim Levy deu um aval por telefone, ao empréstimo de 369 milhões. Discorreu sobre a visita da presidente Dilma à ferrovia Transnordestina, que começou a ser construída em 2006, e era para ser entregue em 2010, beneficiando 81 municípios do Piauí, Ceará e Pernambuco.

Veja o que disse o deputado:

“Senhora presidente, senhores deputados, eu ontem iniciei aqui uma prestação de contas ao contrário, das promessas feitas pelo governador Welington Dias de obras no Estado do Piaui. Parei no mês de maio porque não deu tempo, e vou continuar. Não sei quanto vou aguardar porque o tempo é curto e eu quero cumprir com meu papel, até porque eu tenho recebido um volume muito grande de pedidos de piauiense querendo que eu continue.

Mês de maio, dia 11. Governo vai criar 15 parques estaduais nas nascentes dos rios, como Gurgueia e Guaribas;

Dia 22, reunião com o banco alemão KSW para solicitar recursos de 70 milhões para obras de saneamento, euros;

Dia 05 de maio, Ministro da Integração Nacional assegura 6 milhões para adutoras e carros pipas;

Dia 05, Dias e Dino farão parcerias para pontes sobre o Rio Parnaíba. Segundo o governador serão construídas 08 pontes sobre o Rio Parnaíba, para interligar Amarante a São Francisco, Palmeirais a Parnarama; e na região de Miguel Alves, União, Matias Olímpio e Teresina.

Governador, vou puxar pela sua memória, está faltando aquela ponte de Santa Filomena ligando o Piauí ao Maranhão, do outro lado é Alto Parnaíba, que Vossa Excelência prometeu no período da venda do Banco do Estado do Piauí.

Vamos ao mês de junho.

Dia 19,  Governador anuncia que o ministro Joaquim Levy deu um aval por telefone, imaginem, ao empréstimo de 369 milhões para obras de Teresina e interior do Estado”;

Dia 23, Plano Safra destinará dois milhões para o Piauí. Os recursos são para custeio e investimento da safra 2015 – 2016;

Dia 18, Metrô de Teresina será modernizado com investimento de 454 milhões; Federal tá com inveja porque no Pará não tem esse monte de dinheiro, mas vamos chegar lá tá pouco.

No mesmo dia 18, Dilma anuncia 135 mil vagas no PRONATEC no Piauí.

Julho, dia primeiro, viagem aos Estados Unidos para conversas com o Banco Mundial e BIRD para parcerias e investimentos na ordens de 320 milhões. Esse dinheiro deputado até agora não saiu, mas o governador foi visto mesmo foi brincando lá no parque da Disney, brincando com o Mickey, com o Pato Donald, com o Pateta, e etc e tal.

Dia 06, Wellington Dias diz que presidente abriu 31 vagas para o PRONATEC e outros cursos profissionalizantes.

Vamos pro mês de agosto o mês de julho foi pobre e porque ele viajou.

Dia 15, liberação de empréstimo do Banco do Brasil de 369 milhões para o programa de desenvolvimento.

Dia 21, Piauí produzirá seis bilhões de metros quadrados de petróleos à partir de 2017, metros quadrados, vejam bem;

Dia 10, Eletrobrás investirá 300 milhões no Piauí até 2018 com investimento em novas ligações e mudanças em redes de alta tensão;

Dia 19, o governo quer investir 86 milhões em 03 terminais rodoviários Teresina, Floriano e Picos;

Dia 08, Aeroporto de Parnaíba passará por mudança para receber novas aeronaves.

Eu não vou poder continuar, presidente, no mês de setembro, porque o tempo está curto, mas eu vou guardar para o próximo pronunciamento, eu vou ver se eu levo isto o ano inteiro. Ao final eu vou somar esse dinheirama todo que sua excelência prometeu pro Estado do Piaui. Mas na verdade meu caro Sóstenes, o que estou fazendo aqui é um protestos, é um desabafo, o povo do Piauí não pode mais. Essa coisa de promessa em cima de promessa e nada de realização e nada de realidade, eu estou cumprindo aqui o meu papel. E quero somar, quero somar para que o piauiense veja o engodo que nós estamos envolvido.  Já perdemos o primeiro ano. No primeiro ano nós não tivemos nada. O que nós estamos vendo é um Estado quebrado, começando a atrasar o salários dos servidores e o governador no mundo das nas nuvens, nas nuvens, no mundo da lua, prometendo, a que bloco danado, o Piauí não aguenta mais”, concluiu.

No dia seguinte, Heráclito Fortes voltou a fazer uso da tribuna para continuação do seu discurso. O deputado Federal Sóstenes Cavalcante que na ocasião presidia a sessão assim anunciou:

DEPUTADO SOSTENES CAVALCANTE: “Tempo de breves comunicações para fazer uso e representar o brilhante e glorioso Estado do Piauí”.

DEPUTADO HERACLITO FORTES: “Senhor Presidente, atendendo inúmeros pedidos eu vou continuar aqui a relação das promessas feitas pelo governador Welington Dias no ano de 2015 que não foram realizadas.

Setembro foi o último mês. Dia 16 de setembro, a presidente Dilma visita a ferrovia Transnordestina e promete inauguração em 2016. A ferrovia começou a ser construída em 2006 e era para ser entregue em 2010. Tem extensão de 1753 km. Ligando entre Eliseu Martins no Cerrado do Piauí até os portos de Pecém no Ceará, e Soave em Pernambuco. 81 municípios seriam beneficiados com a ferrovia. Até agora a obra já consumiu um bilhão. Parou e já atrasou em cinco anos. Vinte dias após a visita da presidente Dilma, a obra da Transnordestina voltou a parar. Entre as alegações está a falta de pagamento dos operários. Agricultores também cobram indenização pela perda de terras na construção da ferrovia. Aí o fato é mais grave, municípios como Itaueira estão devendo querosene na esquina. É um absurdo, mas vamos ao mês de outubro.

No dia 21, Piauí e Tocantins terão estrada de acesso a parques. Governadores dos dois Estados anunciaram a construção de uma estrada ligando os dois Estados. A estrada seria construída pelo Estados do Piauí, Tocantins e Bahia. Sairia de Corrente em direção a Bahia, próximo a São José do Rio Preto e a Matreiro no Tocantins.

No dia 10, BIRD vai anunciar recursos e analisar projetos do Piaui. Governo anuncia dois empréstimos que totalizam um bilhão. Segundo ele já autorizados pelo Tesouro Nacional e que chegariam em outubro”.

Notícias Relacionadas

Deixe uma resposta